Doe Neste Blog







Banner

Quando a Voz de Deus Soa - Propagando o Reino de Deus

Parcerias



Palavra Diária - Blog Evangélico de estudos da palavra

sexta-feira, 7 de abril de 2017

" Mensagem - Fé Para Sair de Problemas Parts 1, 2 e 3" - Ap Sergio Pessoa"


Parte 1



Parte 2


Parte 3

Seja edificado e impactado por esta mensagem!!
Deus falará contigo!!

quinta-feira, 6 de abril de 2017

"Pecando Contra o Templo de Deus"

Graça e Paz da parte do Eterno à todos!!


"Pois fostes comprados por alto preço; portanto, glorificai a Deus no vosso corpo." (1Co. 6:20)


Como você se sentiria se chegasse no Templo do SENHOR, e se deparasse com o pastor exibindo conteúdos pornográficos, como imagens, filmes, mensagens, etc?

Vamos lá...
Muitas vezes zelamos mais da estrutura física a qual chamamos de " Templo do SENHOR", "Casa de Deus", "Lugar de Adoração", do que na verdade do Único Lugar onde Deus, por meio do seu Espirito Santo, HABITA - NÓS MESMOS. Quantos que na estrutura física - Templo do SENHOR - reverencia, canta, adora, honra, ao SENHOR, e fora não age da mesma forma. Quando se está longe do Templo, fora do culto, tem um comportamento diferente. Longe dos olhares humanos se entrega à pornografia, suas conversações corrompem quaisquer um que a ouve, mas quando é dia de ir ao Templo, vira o/a santo(a), o profeta, o vaso. 
Julgar, eu? Este não é o meu objetivo! Mas, nós precisamos entender e viver o seguinte: se nós não honrarmos a Deus no nosso corpo, que é Templo e Morada do Seu Espirito Santo, de que valerá honrar no Templo feito por mãos de homens? Disse o apostolo Paulo aos coríntios: "(...), glorificai a Deus no vosso corpo.", logo, temos que buscar viver uma vida de santidade a partir do nosso coração, da nossa mente.
Todo o cristão deve aprender a valorizar o seu corpo como Lugar Sagrado, pois Deus habita dentro dele. Se nós nos entregamos à imoralidade sexual, logo estaremos "Pecando Contra O Templo de Deus" que somos nós. Para alguns, chegar no Templo físico e exibir qualquer conteúdo pornográfico é uma afronta a santidade de Deus, mas não para atentar que, se lá no quarto escuro, debaixo do lençol, o dito cristão estiver vendo fotos, vídeos, mensagens pornográficas, vai está PROFANANDO o Santuário de Deus, que é o seu corpo.
Pornografia é pecado! Tem casais cristãos que, antes de terem relações sexuais, assistem filmes pornôs, e em algumas vezes parte do marido, para se inspirar e fazer o mesmo com a sua esposa. Isso é uma desonra ao próprio corpo e ao corpo do cônjuge, sem falar da desonra ao Templo e habitação de Deus, que é o corpo do crente.
Solteiros, sejam jovens ou não, que usam suas mão para profanar o Templo e a Morada de Deus, masturbando-se para satisfazer-se.
É possível vencer a pornografia? SIM!! Se o casal não despertar para Deus, e FUGIR da imoralidade sexual - da pornografia -, vão auto se destruir; da mesma forma os solteiros que vivem escravos da pornografia. Procure ajuda! Quer sair dessa escravidão? Peça socorro! Não continue neste caminho, pois o fim dele é de morte, pois o pecado leva a morte.

Todos nós cristãos precisamos ter consciência disto: a honra a Deus começa dentro de nós. Honrar de lábios é fácil! A honra a Deus é verdadeira quando parte de dentro de nós. Antes de honrar a Deus no Templo físico, comece honrando dentro de você!! 

Um abraço à todos!!  




quarta-feira, 5 de abril de 2017

"A Libertinagem Sexual Entre O Casal"

Graça e Paz da parte de Deus à todos!! Tenham uma boa leitura!! =)

Texto base: 

"A esposa não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas, sim, o marido. Da mesma maneira, o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas, sim, a esposa." (1Co 7:4).

Eu respeito todo o líder cristão, mas não sou obrigada a concordar com tudo o que eles ensinam. Uma certa feita ouvi um pastor dizer: "Entre quatro paredes o casal pode fazer o que quiser!", será? Outro, em um de seus "Encontro para Casais", disse que o sexo oral é pecado, mas o anal, não. Para muitos cristão, é mais fácil acreditar no que o seu líder diz, do que na própria Palavra de Deus.
Os defensores da "Libertinagem Sexual", ou seja, o casal entre quatro paredes pode praticar todo o tipo de sexo, usam até textos bíblicos para sustentar suas concepções. Mas, a questão é: "O casal entre quatro paredes podem praticar todo o tipo de sexo?" Não!! Vale ressaltar que estamos falando do casal cristão. Vamos analisar as Escrituras Sagradas, partindo do texto base do nosso post:
  1. O contexto cultural e religiosos de Corinto - Paulo estava em Éfeso quando Estéfanas, Fortunato e Acaico foram ter com ele, e trouxeram-lhe relatos perturbadores sobre o procedimento imoral e pagão de alguns membros da igreja (cap. 5 e 6). Devido o contexto cultural e religioso de Corinto, a imoralidade sempre oprimiu os cristãos. O apostolo Paulo já havia orientado aos cristãos a não voltarem mais a praticarem os procedimentos imorais e impuros próprios daqueles que não temiam a Deus e que seguiam a deuses e líderes segundo suas próprias concupiscências (5. 9-11).
  2. Autoridade sobre o corpo do outro - Porque Paulo disse isso? A resposta está no versículo seguinte: " Não vos negueis um ao outro, exceto por mutuo consentimento, e apenas durante algum tempo, afim de vos consagrardes à oração. Logo em seguida, uni-vos novamente, para que Satanás não vos tente por causa da vossa falta de controle." (1Co 7:5). Deus criou a maioria dos homens e mulheres com uma disposição natural para o relacionamento sexual (libido). O casamento oferece aos cônjuges a correta motivação e o perfeito ambiente para a satisfação física e emocional do amor erótico. Uma abstenção temporária, com o consentimento de ambos, e é claro que tendo em vista uma finalidade proveitosa, e isso é compreensível e aceitável, como por exemplo a abstenção sexual para o jejum (lembrando que deve ser decido entre ambos), pois a vida conjugal não está limitada a sexo. Por exemplo: o sexo entre os cônjuges é indispensável, mas ambos não vive apenas de sexo, se o esposo quer consagrar-se em oração a Deus, com o jejum, terá que se abster-se da relação sexual, assim como a esposa, mas isso, ambos devem conversar. A sabedoria neste caso também é necessária. Quando um começa a se negar ao outro, abre uma brecha para que Satanás opere nesta ária.
  3. Imoralidade Sexual é Pecado - Segundo as Escrituras Sagradas, imoralidade sexual é toda a prática sexual fora do padrão estabelecido por Deus. Imoralidade sexual consiste em comportamento imoral no âmbito sexual, indicando um indivíduo que se entrega à - luxúria e lascívia. Luxúria significa prazeres carnais; comportamento desmedido em relação aos prazeres sexuais
  4. Sexo Oral e Anal, é pecado? - Sim, pois ambos os tipos estão fora do padrão estabelecido por Deus, e isso não sou eu quem diz, mas as Escrituras Sagradas. O sexo anal, além de ser uma prática sodomita é danoso à mulher, e tanto ele quanto o oral, representam a classe da imoralidade sexual. 
Concluo com um texto bíblico: "Fugi portanto da imoralidade sexual. Qualquer outro pecado que uma pessoa comete, fora do corpo, comete; todavia quem peca SEXUALMENTE, peca contra o seu próprio corpo. Ou ainda não entendeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual tendes da parte de Deus, e que não pertenceis a vós mesmos?" (1Co 6:18 e 19).

      

terça-feira, 4 de abril de 2017

´"É Melhor Agradar a Deus do Que a Si Mesmo"

Graça e Paz à todos!!

Reflexão de Hoje...

"Jesus dizia a todos:'Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me.'" Lc. 9:23


Quem disse que negar a si mesmo é algo fácil? Por outro lado, não é impossível, e vale lembrar que é necessário, pois para sermos discípulos de Jesus temos que negar a nós mesmos, ainda que isso nos leve às lágrimas.
Precisamos compreender que a partir do momento que tomamos a decisão de seguir a Cristo, e o façamos, devemos-lhe total obediência, ainda que contrarie a nós mesmos, pois agora somos membros do Seu Corpo, onde Ele é o cabeça. Negar a si mesmo significa pôr a vontade de Deus a cima da sua, ou seja, se  o que você quer ou faz vai contra os princípios do SENHOR, é preciso que abandone, ainda que lhe cause dores.
É este sentimento de dor, de tristeza, que tem levado a muitos a questionar o que se deve renunciar ou não. Porém, o agravante não é o questionar, mas o generalizar, pois a visão do "evangelho liberal" é este: libertinagem. Muitos líderes hoje estão aderindo este "evangelho liberal", onde não há cruz nem RENUNCIA, onde dizer que é cristão é o suficiente, não precisa santidade, nada dessas coisas.
Quando o Mestre diz, "negue-se a si mesmo", significa: viver a vontade de Deus e viver agradando a Deus, simplificando - quando nego a eu mesma para agradar a Deus, significa obedecer-Lhe em tudo, ou seja, viver segundo os seus ensinamentos. Se estou fazendo algo que me agrada, porém desagrada a Deus (pois a sua Palavra me ensina que aquilo que estou fazendo é errado), ao tomar ciência disto, devo com prazer negar a minha vontade, mesmo que por instante eu fique triste, chateada, mas se de fato quero seguir a Jesus, vou superar essa dor. Quando nego a eu mesma para viver a vontade de Deus, segundo as Escrituras Sagradas, o SENHOR tem o poder de conceder o desejo do nosso coração, porém, a mesma revela que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, logo, a vontade de Deus excede a minha, e haverá momentos em que terei que abrir mão das minhas vontades (ainda que aos meus olhos pareçam boas), para viver a vontade de Deus.
Toda decisão que for preciso tomar deve ser feita de forma consciente. Chegou o momento de negar-se? Faça isso com amor! A obediência ao SENHOR deve ser feita com prazer! 


O primeiro passo para se tornar discípulo de Jesus - NEGAR-SE... O segundo é: LEVAR A CRUZ TODOS OS DIAS... Se não for assim, NÃO DÁ!! 

Que a graça do SENHOR Jesus esteja sempre convosco. Amem!  

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

"A Harmonia Entre a Pregação e a Sã Doutrina"

Graça e Paz da parte de Deus à todos...

Texto para reflexão:

"Tu, porém, prega o que está em harmonia com a sã doutrina!" (Tito 2:1)

Tito estava em Creta com as seguintes missões: por em ordem o que ainda faltava e constituir presbíteros, isso conforme as orientações de Paulo (Tito 1:5).

No capitulo 2, Paulo orienta ao seu fiel companheiro de ministério a "pregar O QUE está em harmonia com a sã doutrina", conselho este que hoje poucos buscam seguir, e outros desconhecem. Quando falamos de "Harmonia entre a Pregação e a Sã Doutrina", falamos de VERDADE, COERÊNCIA, AUTENTICIDADE.
Olhando para esse tema, lembei-me dos nobres bereanos, que dedicavam-se ao estudo diário das Escrituras com o PROPÓSITO DE AVALIAR se tudo o que eles ouviam (pregações) tinha "harmonia" com a verdade (doutrina) At. 17:11, o que poucos fazem hoje.
Para alguns, que já tiveram uma opinião formada acerca de algum assunto, enxergar a VERDADE e aceitá-la não é algo fácil, já que esses "alguns" levam mais em conta quem está pregando do que SOBRE O QUE se está sendo pregado. Se nós, pescadores de homens, não pregarmos O QUE está em harmonia com a Sã Doutrina, cometeremos erros terríveis, e levaremos outros a cometê-los.
Exemplificando: quem nunca ouviu a seguinte expressão - O QUE LIGARES NA TERRA SERÁ LIGADO NO CÉU, O QUE DESLIGARES NA TERRA SERÁ DESLIGADO NO CÉU? Para alguns líderes cristãos (não os dá igreja primitiva), Jesus se referia a DISCIPLINA, ou seja, o irmão pecou, chegou ao pastor e confessou o seu pecado, logo é chamado uma comissão de aconselhamento (aconselhamento do que não sei) que EXCLUI esse irmão. Nesse momento não importa se o irmão se arrependeu ou não, ele deve ser DISCIPLINADO/EXCLUÍDO. Já ouvi obreiro pregando que se Jesus voltar e a pessoas estiver disciplinada, a mesma não VAI PARA O CÉU, ela está DESLIGADA NO CÉU. Será que era isso mesmo que Jesus queria transmitir? NÃO! NÃO! NÃO! O texto de Mt. 16:13-20, não tem NADA HAVER com disciplina, mas sim com - ESTABELECER AQUI NA TERRA O QUE NO CÉU JÁ FOI ESTABELECIDO POR DEUS -, ou seja, o "ligar" e o "desligar" não COMPETE à nós cristãos, discípulos, mas sim à DEUS.
O que temos no exemplo a cima é um fator muito comum em nosso meio - ERROS DE INTERPRETAÇÃO. Erros de interpretação de texto ocorre com qualquer um, entretanto, ao percebermos o nosso erro, temos que ser humildes para reconhecê-los e corrigi-los.
Quantas vezes não ouvimos o seguinte: "A BÍBLIA DIZ QUE", e quando vamos ver a bíblia não diz nada daquilo? Isso ocorre muito.

Preguemos o que está em HARMONIA COM A SÃ DOUTRINA, e não nossas CONCEPÇÕES, pois não esperemos que o SENHOR concorde conosco.

Acompanhe o nosso blog e desfrute da Palavra de Deus... Um abraço a todos, e A PAZ DO SENHOR!!

domingo, 18 de dezembro de 2016

A HORA DE DEUS

Graça e Paz da parte de Deus à todos!!



"Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu." (Ec 3.1)


Jesus, junto com seus discípulos, é convidado para uma festa de casamento, e lá estar sua mãe, Maria.
"Eles não tem mais vinho", disse Maria à Jesus. (Jo 2:3c). "A minha hora ainda NÃO chegou", respondeu o Mestre (Jo 2:4c). Fica claro no texto que Maria reconhecia a divindade de Jesus, só desconhecia que Ele só age no Seu tempo.
Quantas vezes não oramos ao SENHOR na espera de sermos atendidos de imediato? Quantas vezes não demos passos na vida acreditando que aquele momento era o certo? Quantas vezes, no pensamento de que Deus está conosco, tomamos uma atitude precipitada, e diante do resultado negativo sentamos-nos e lamentamos-nos?
Para sua mãe, aquela era a ocasião para que Jesus revelasse o Seu Poder, a sua divindade, mas para Ele, a Sua hora não havia chegado.

Assim como à Maria, o SENHOR nos responde da mesma maneira - A MINHA HORA AINDA NÃO CHEGOU! Então, não se desespere, você não será envergonhado (a). Você, como Maria, declarou a situação à pessoa certa, Jesus, e por essa razão, confie nEle. Agora, quando chegar a hora de Deus, FAÇA TUDO O QUE ELE TE DISSER, pois assim viverás o EXTRAORDINÁRIO que tem o Eterno determinado para ti.


Tome posse  desta Palavra... A HORA DE DEUS VAI CHEGAR!!!!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

"Com Deus no Deserto"

Graça e Paz à todos! =)

Para a nossa reflexão do dia...

"Exclamaram contra o SENHOR, questionando: Será Deus capaz de servir-nos à mesa no deserto? É verdade, Ele bateu na rocha, e eis que brotou água e jorraram torrentes; mas poderá também fornecer pão e prover de carne seu povo?" (Sl 78:19-20).

Viram o mar se abrir diante dos seus olhos; viram a Mão de Deus sobre o Egito; e chegando no deserto, duvidaram do Seu Poder. Enquanto ainda tinham suprimentos, não se ouvia murmúrios da parte do povo, mas... Diante das circunstâncias, o povo fala contra Deus: "Ele fez sair água da rocha e jorraram como torrentes, mas poderá fornecer pão e prover carne para o seu povo?"

Quero iniciar o meu comentário trazendo dois pontos simples, todavia importantes: 1. o que Deus fez - "sair água da rocha"; 2. o que Deus poderá fazer - "fornecer pão e prover carne". Vale salientar que a dúvida é uma das razões pela qual muitos não tem suas orações atendidas.
Na nossa vida sempre passaremos por tribulações, pois o Mestre nunca nos prometeu facilidades, entretanto nos orientou: tende com animo, Eu venci o mundo. O povo não tinha noção dos desafios e obstáculos que enfrentariam, todavia o SENHOR os deu prova de que estava com eles. Diante dos obstáculos Israel murmurava contra Deus, relembrando o Egito com suas frutas, verduras, e sepulturas, esquecendo-se até das humilhações e opressões sofridos pela mão castigante do Faraó. No deserto, todo o momento o Eterno expressava em ações o seu cuidado e amor. Não entendia Israel, que estava o Todo-Poderoso forjando o seu caráter. O que seria dias, foram anos.
O povo na verdade tentaram pesar, medir, os feitos de Deus - DEUS FEZ ISSO, PODERÁ FAZER ISSO? É como se houvesse um milagre mais fácil e outro mais difícil, ou seja, fazer água sair da rocha é fácil, mas alimenta quase três milhões de pessoas com pão e carne é mais difícil. O texto de hoje é a realidade de muitos nos nossos dias. Muitos se deparam situações (independentemente) difíceis, que aparentemente parecem impossíveis, e crendo em Deus entregam os seus problemas e vivem milagres, entretanto, as vezes diante de certas situações duvidam que possa fazer, então murmuram. No deserto que estamos o SENHOR está presente, ainda que não O vejamos. Sai do caminho da dúvida, da murmuração, e busque trilhar o caminho da Fé em Deus, então, neste deserto em que estás, viverás milagres extraordinários, pois você está COM DEUS NO DESERTO.

Que a graça de Deus esteja com todos!!  

Divulgar Blog

Divulgar Blogs

Compartilhe Com os Seus Amigos!!

Google+ Badge

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *